Cacheadas

Tudo o que você precisa saber sobre: Scab hair!

O post de hoje é direcionado para um assunto que vem deixando várias pessoas de cabelo em pé! O temido scab hair. Quem acha que ele só é provocado por químicas está enganado já que o uso prolongado de extensores também ajudam nessa jornada. Pode ser que o post fique grande, mas tentei reunir o máximo de informações possíveis, então vamos lá:

Resultado de imagem

O que é?  Como identificar?  Como tratar? Por que ocorre?

O que é?
Então, scab hair (scab = cicatrizado, cicatriz / hair = cabelo. Cabelo cicatrizado, cabelo em cicatrização) é um termo utilizado pelas gringas para definir aquele cabelo que que está nascendo logo após o processo de química, um pedacinho do seu cabelo que exige maior atenção. Esse condição acontece quando você resolve largar os alisamentos, mas ele fica bem mais evidente após o big chop que é quando você percebe que tem algo de errado com a sua juba.

Seus folículos estão danificados e isso prejudica o crescimento dos cabelos que estão nascendo naquele momento, por isso o cabelo já nasce com aquele aspecto estranho, bem fraquinho. É como se fosse um divisor de águas entre o cabelo natural e quimicamente tratado. Não é lá cientificamente comprovado, isso quer dizer que as informações encontradas em qualquer lugar são resultados de dúvidas, conversas e observações que fizemos ao longo do tempo.

Algumas pessoas que sofriam com aquela parte que não sabiam o que fazer foram encontrando outras e outras pessoas na mesma situação e assim sucessivamente até perceberem que isso é mais normal do que parece. Varia bastante, algumas pessoas podem passar anos alisando e não terem enquanto outras que alisaram poucas vezes têm. Isso está ligado a força que é exercida sobre o couro.  Muitas pessoas já acham que aquele cabelo já é o cabelo definitivo, que é daquela forma que ele vai ficar para sempre, mas calma! Tenho boas notícias: Ele é passageiro e tem tratamento!

Como identificar:
Se você fez ou não o bc, sente seu cabelo áspero e poroso, se ele está sem definição, quebradiço, ressecamento localizado, você tá sentindo que as hidratações não estão surtindo efeito naquele lugar, não pega óleo nem nada, está com uma textura diferente e com frizz você pode estar lidando com o scab hair!

Resultado de imagem

Por que acontece?
Acontece por conta da proximidade e da força que nós fazemos sobre a raiz na hora de alisar as madeixas, uso de megahair, tranças sintéticas, nosso amado coque preso com bastante força… Por serem muito fortes, tudo isso acaba danificando nosso couro cabeludo. É como se o folículo capilar ficasse dodói. Afinal foram anos de alisamento, de químicas e extensões, não tem como o cabelo nascer da noite para o dia lindo, maravilhoso saudável e difinido né? As marcas de alisante/relaxamento até colocam na caixa pra sempre respeitar 1cm da raiz masssss o que a gente queria era alisar a bagaça toda, que se dane o primeiro centímetro.

 

Como tratar:
Alguns especialistas indicam o corte das pontinhas para eliminar de vez essa parte ”error 404 not found” mas a gente pode amenizar isso aí pra quem quer fugir da tesoura por um tempo!

*Cremes e finalizadores: Existem vários cremes e finalizadores que utilizados do jeito certo podem ajudar a minimizar a aparência ressecada do scab. Você consegue encontrar facilmente pelas lojas produtos próprios para quem está passando pea transição e até aqueles que prometem ajudar a igualar as duas texturas e eu acho bem interessante, pode ajudar a igualar a textura do scab hair também.

*Umectações:  Elas são essenciais para manter a saúde do fio assim como as massagens capilares que também são muito importantes! Vale lembrar que nós precisamos tratar nosso couro cabeludo de forma completa e não só o fio para ter uma boa saúde capilar. Você massagear a cabeça com paciência, principalmente nas partes mais afetadas é crucial, já que isso vai estimular seus folículos novos a se desenvolverem de forma saudável. Pode ser que os danificados caiam durante o dia a dia, dando lugares aos fios novos. Nosso corpo se regenera, por isso perdemos cabelos aos montes e não ficamos carecas. (Ps.: massagear com a ponta dos dedos e não com as unhas!)

Boa finalização: Investir em uma finalização mais detalhada e cuidadosa também trás benefícios, uma vez que ela dura mais dias. Por mais que leve um pouco mais de tempo, vale a pena. Existe a fitagem que basicamente é finalizá-lo em formas de fitas, o dedoliss que visa fazer cachinhos com os dedos, a técnica L.O.C (Líquido, óleo e creme) que consiste em fazer com que o cabelo receba camada por camada de produto e etc. (Logo, logo terá post dessa última técnica, fiquem ligadas!) Enfim, um bom acervo para a gente amenizar isso aí.

Rebolar o queixo de maneira correta: Acredito que a alimentação seja o ponto chave para que o cabelo se desenvolva de forma legal, com vida. De pouco adianta você tratar seu cabelo com um dos cremes mais caros do mundo se sua alimentação não está boa. Nosso corpo aproveita muito mais os nutrientes e vitaminas quando ingeridos, ou seja, tratado de dentro para fora.

Coringa!: Sabe aquele dia que seu cabelo acorda de mal com você? Que parece ter vida própria? Tia Thaísa trouxe a solução! (ou quase). Sempre legal deixar na bolsa aquele óleozinho de emergência, pode ser aquele da Elseve, óleo extraordinário; O da Garnier Fructis, seja o roxinho para cachos ou o super 8 com camélia para dar aquela revitalizada básica durante o dia se você perceber que tem algum fio fora do lugar. Atenção: Não precisa se lambuzar de óleo não, viu? Só uma gotinha naquele fio rebelde.

Tratamento constante: Esteja sempre tratando o seu cabelo seja com receitinha caseira ou com cremes próprio para isso mesmo, mas sempre lembrando que é um cabelo que precisa de atenção. Hidratação, nutrição, reconstrução, tudo isso é importante. Se você não tem tempo, vale também aquelas de efeito rápido, de 3 minutinhos no banho.

E por fim a calma. Tudo sem sem tempo de adaptação, de normalização, de costume e com o cabelo não iria ser diferente. Primeiro dia de aula num curso ou na faculdade onde você não conhece ninguém, naquele emprego novo… Não leva um tempo até você se habituar com aquela nova situação até você se enturmar? Com o cabelo é da mesma forma. Ele está se recuperando daquela química aplicada, está se habituando a uma nova realidade que é a liberdade. A calma é crucial nesse momento porque scab hair não some do dia para a noite mas tem tratamento! Você já chegou até aqui, já passou por tanta coisa pra desistir só por causa de scab hairzinho? Ah não! Lembre-se, é passageiro!

Resultado de imagem

Minha experiência com scab hair:
Eu possuo um ressecamento natural no topo da cabeça, onde os adultos chamam a ”moleira” do neném. Essa parte é já minha, naturalmente ressecada e porosa do meu cabelo, acredito ser uma variação do meu cacho já que eu lembro de ter bem antes de alisar. Já me deu muiiito trabalho, mas com muita fitagem e atenção especial ele nem aparece! Mas meu scab hair é bem dos lados, é como se ele ”inchasse’ e não tivesse forma. Também me deu trabalho mas com o passar dos dias o aprendizado vem e com ele a melhor forma de cuidar dos meus cachinhos. Bom, o que me ajudou foi:
*Seguir o cronograma capilar: O cronograma ajudou o meu cabelo a entrar em equilíbrio, ou seja, suprir todas as necessidades dele em três etapas de forma gradativa. Eu não acreditava muito não, mas depois parar e analisar o quanto meu cabelo melhorou eu passei a dar mais crédito. Era como se meu cabelo estivesse com fome e sede mas eu desse só pão seco e água salgada. (Não adianta nada!) E hoje é como se eu tivesse realmente matado a fome e a sede já que ele está bem mais hidratado, bem mais amenizado e sem tantas necessidades de tratamentos pesados 3 vezes na semana como há uns meses atrás.

A rotina: Gente, vocês têm ideia do quanto eu fiquei feliz em descobrir que eu poderia usar shampoo sem ressecar meu fio? Acho que não! Pra mim isso foi um achado, logo eu que sofriiia que por nascer cacheada vivia com a condição de ser ressecada por causa da oleosidade que não chega até as pontas, que detestava o dia de lavar a cabeça por não querer desembaraçar aquilo tudo mesmo depois do condicionador, que vivia com o cabelo preso; descobrir que posso usar shampoo uma vez na semana ou nem usar esse artefato que tanto me ressecou foi um alívio!

As umectações: Me ajudaram a repor o óleo todo que faltava, hoje meu cabelo não é mais aquela coisa ressecada nas pontas, e sim todo distruibuido por igual. Meu cabelo acordava seco! De tanto óleo que ele sugava. Não é brincadeira não haha

Fronha de cetim/coque abacaxi. A combinação dos dois foi excelente! A fronha de cetim previne o fizz e o coque abacaxi não permite que seu cabelo todo entre em contato com o travesseiro, logo, a parte que entra em contato é mínima e está diretamente ligada ao cetim. Isso significa você com um day after m-a-r-a causando inveja nas ”inimiga”.

”Bom, isso é tudo, pessoal!” Espero que vocês tenham gostado e que eu tenha ajudado. Qualquer dúvida, deixem nos comentários! beijos e até a próxima.

Ps.: Todas as fotos foram retiradas da internet.

Anúncios

Um comentário em “Tudo o que você precisa saber sobre: Scab hair!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s