Cacheadas · Ruivas · Transição Capilar

Três anos, três cores

Oi gente! Me chamo Evelyn, moro em Santa Catarina , e tenho 16 anos. Fotógrafa amadora e amante das artes, sempre tive interesse por mudanças e pelo mundo dos cabelos coloridos. Desde bem pequena tenho o cabelo todo cacheado, mas conforme fui crescendo, deixava os cuidados de lado, e então passei a alisar com escova e chapinha, achando que seria mais simples para manter o cabelo bonito. Comecei tingindo a parte de baixo do cabelo de vermelho com 13 anos, e desde então seguiu-se uma saga capilar, desde mudanças de cor até a aceitação do natural.
Agosto2013.JPG

Como meu tom natural é um louro bem claro, não precisei descolorir, e o tonalizante vermelho pegou bem de início
Fui mantendo esse mesmo tom por cerca de um ano, com tintas de farmácia e profissionais. Até que simplesmente cansei do vermelho e coloquei na cabeça que eu queria ele roxo. Comprei o Ultraviolet da Keraton e sem saber como tirar aquele vermelho/bordô que eu tinha, quis descolorir, sempre pintando em salão

mileumacoresuhuh (2) Junho2014.JPG

O comprimento continuava vermelho, e a raiz ficou amarelo ovo.
Após a descoloração, o tonalizante foi aplicado em cima da base toda manchada. Como resultado, nunca mais pisei naquele salão. Fiquei super desesperada, e na semana seguinte tentei arrumar com outra profissional. DSC00996.JPG

Essa foi a cor que eu mais gostei, apesar de não ser nem de longe o que eu queria

 

 

Julho2014 Cagadas com VG (7).JPG
Eu usava Violeta Genciana, então obtive um tom próximo ao marsala

Passei a manter aquele roxo, meio vinho, meio bordô, marsala, ou o que quer que fosse, com Violeta Genciana, de modo a ir aos poucos danificando meu cabelo, pois eu não cuidava. A partir desse ponto, meu cabelo estava extremamente maltratado em função da descoloração, diversas tinturas, agressões por causa do secador e chapinha. Além do mais, eu hidratava o cabelo uma vez no mês, e passava alguma máscara muito raramente.
Mesmo depois de tudo, o vermelho insistia em aparecer. Mas então conheci um produto chamado DekapColor, que após ter deixado o cabelo desbotar, acabou por fazer muito mais efeito do que a descoloração.

Setembro2014 - DekapColor fazendo magia (3).jpg
Com isso, me encantei com o tom de ruivo que ficou, e desisti do roxo, optando pelo acobreado. Meu cabelo já estava bem comprido nessa época, e a rotina de cuidados para mantê-lo liso, estava ficando cansativa, então passei a gostar mais dele ao natural, e aos poucos fui aceitando os cachos, de modo a passar por uma espécie de transição. Desde então, nunca mais fiz escova.

Dezembro 2014- Ruivo  (4).JPG

DSC_0610.JPG
No ano passado eu ainda pintava somente a parte de baixo, mas já não alisava mais

Após um ano aprendendo a cuidar tanto do ruivo, como dos cachos que haviam reaparecido, conheci a técnica de “pouco shampoo”, que acompanhada ao cronograma capilar, pude notar uma melhora absurda na definição e saúde dos fios.

IMG-20160523-WA0007.jpg

Nessa foto é como ele está atualmente, enjoei do meu tom natural e pintei o cabelo inteiro. Também fiz duas mechinhas roxas na frente

Esse tom da última foto, ainda não é o meu “ruivo dos sonhos”, então pretendo contar em posts futuros sobre as tintas que usei e estou usando, tonalizantes, e a minha luta até que eu chegue ao tom que quero. Qualquer dúvida, deixem nos comentários. Beijos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s