Onduladas

A incrível história da ondulada que não sabia que era ondulada

Oi pessoal! Tudo bem com vocês?

No post de hoje vou falar sobre a minha história de amor e ódio com o meu cabelo, e de todas as descobertas que tive com ele durante os meu 26 aninhos de vida ❤

Meu nome é Bruna, mas me chama de Bru (porfa), sou gaúcha, faço faculdade de veterinária e me formarei ano que vem 😮

Mas vamos ao que interessa: falar de cabelo!

Meu cabelo mudou radicalmente desde a minha infância, de uma maneira natural e gradual.

Na infância, o meu cabelo era um 3A lindo, e confesso, daria um dedinho pra continuar com ele assim, mesmo que eu goste do jeito que ele é hoje.

Chegando na adolescência que é aquela fase onde tudo pra gente é o caos, para o meu cabelo não foi diferente. Tanto que mal tenho fotos com ele solto. E eu realmente não cuidava dele, mal passava um creminho. Então não tenho fotos para exemplificar aqui para mostrar para vocês 😦 Além disso foi uma fase em que sofri preconceito na escola por conta do meu cabelo (acho que entre nós: onduladas, cacheadas e crespas infelizmente ainda é bem comum).

Esqueci de dizer antes, mas meu cabelo era gigantesco até meus 21 anos. NUNCA tinha cortado ele ❤ só as pontinhas mal e mal. Essa foto abaixo é de 2009, mas ele ainda ficou muito maior até cortá-lo, em 2011.

602180_557948364250657_2066715633_n

Depois que entrei na faculdade não tinha mais tempo nem pra respirar.

Muito menos para cuidar do meu cabelo! E com ele daquele comprimento todo, se tornou impossível dar toda a atenção que ele precisava!

A foto abaixo é do dia em que realizei o meu primeiro grande corte de cabelo. E amei o resultado!

305838_263274313718065_822955989_n.jpg

Apesar de não fazer o MENOR SENTIDO, desde que cortei meu cabelo, em 2011, o cacheado começou a perder força. Depois de um tempo que cortei ele foi pendendo cada vez mais para o ondulado.Só que não era aquele ondulado definido, ele perdia a forma de um jeito que eu não fazia ideia de como cuidar, e isso foi me deixando muito triste.

Ano passado eu tomei uma decisão que me arrependo até hoje: ALISAR.

SORTE que não fiz a tal de escova definitiva, e fiz algo que era mais para uma Selagem. Tentei me adaptar com o cabelo liso mas deixá-lo assim estava me fazendo mal. Tanto na questão de não me identificar mais quando me via no espelho, quanto a com a quimíca: me dava enjôo e dores de cabeça.

12341081_1057155494329939_1836180636557111020_n-001

Desde Janeiro parei com as químicas e todos os dias tento aprender mais sobre o meu cabelo. Foi uma leve transição pela qual eu passei, mas aprendi muito com ela e tenho uma admiração enorme por todas as meninas que ficam anos neste processo (vocês são demais).

boas vindass.jpg

Esse é o meu cabelo atualmente, praticamente sem química de alisamento ❤ finalmente, depois de anos, estamos nos entendendo novamente. Faz uns 3 meses que iniciei a rotina com pouco shampoo e me surpreendo cada vez mais com os resultados que essa rotina traz aos cabelos!

 

Então gente, alguém mais teve uma história assim com o seu cabelo? Comenta aí embaixo que trocaremos uma ideia 🙂

Pode entrar em contato por email comigo também: dornelesbru@gmail.com

Se gostou do post e se identificou comigo, tenho um blog em que administro sozinha, com mais dicas ainda para as onduladas: https://belezaonduladablog.wordpress.com/

Beijo no ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s